Blog de Iluminação Arqflex

Qual iluminação usar em pés direitos duplos?

Publicado por Marina Andrade em 16/04/2018 às 16h47

Olá, lighting apaixonados!!!

     Se você tem um forro muito alto, a última coisa que vai querer é instalar uma lâmpada embutida que queima toda hora! Vai por mim... O custo de manutenção e o desgaste definitivamente não valem à pena! Mas porque tanta gente acredita que AR111 é para pé direito duplo?

     Antes da evolução dos leds para iluminação, as lâmpadas halógenas dominavam o mercado de iluminação de destaque e decorativa. As famosas AR70 e AR111 eram as queridinhas dos arquitetos e designers. Sua denominação vem de seu diâmetro, sendo que a AR111 Possui 111mm de diâmetro e a AR 70, 70mm de diâmetro. Desta maneira, entendia-se que a maior seria para instalação em alturas maiores e a menor o inverso.

Acontece que mesmo antes dos leds alcançarem a parte decorativa da luminotécnica, as lâmpadas halógenas já eram vilãs em consumo energético e durabilidade, afinal, também são fontes de luz incandescentes, que emitem muito calor e pouca luz no sistema de consumir energia.

 

     Em casos de pés direitos altos, (antes dos leds terem custo acessível) minha recomendação para situações de difícil manutenção era então as lâmpadas de destaque em vapor metálico (CDMR111) que possuem o dobro da intensidade luminosa de uma AR111 e mais que o triplo da durabilidade.

 Imagine um estabelecimento comercial como um restaurante, por exemplo. A luz fica acesa aproximadamente 15 horas por dia todos os dias! Uma lâmpada de 3.000 horas de durabilidade queimará à cada seis meses praticamente! Ainda tem o agravante de que elas não queimam coletivamente. O acesso para manutenção demanda interditar parte do estabelecimento, e isso causa prejuízos consideráveis! Uma lâmpada que dura 10 mil horas por sua vez, como as de vapor metálico, oferecerão mais que o triplo disso.

 

     De qualquer maneira, hoje os leds estão dominando o mercado e muito em breve não pensaremos mais em lâmpada, mas em equipamentos completos de iluminação. Isto significa limites muito mais amplos para variedades de efeitos luminosos, onde não mais se escolhe a lâmpada pelo efeito e sim se escolhe o efeito e depois o dispositivo que atenderá à demanda! Isso é maravilhoso, não é? Espero que tenham curtido mais esta dica de iluminação e aguardo os comentários e dicas para novas postagens, ok?

 

     Grande abraço e até a próxima!!!

Tags: curso de iluminação, luminotécnica, projeto, cerâmica metálica, halógena, iluminação, lighting design, pé direito duplo

Enviar comentário

voltar para Blog de Iluminação Arqflex

left show tsN fwB|left tsN fwB|left show fwB|bnull|||news login fwB tsN fwR tsY b01 c05 bsd|normalcase fsN fwR b01 c05 bsd|normalcase b01 c05 bsd|news login normalcase fwR b01 c05 bsd|tsN normalcase fwR b01 c05 bsd|signup b01 normalcase c05 bsd|content-inner||

Telefone: (61) 3223-9772